segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018  
Pesquisa
  
Sahara
El Haule
carte
Musique El Haule

 actualidade

As manobras lideradas pelo Polisario, um movimento separatista apoiado pela Argélia, refletem a sua desordem e a deslocação de suas fileiras, após as vitórias de Marrocos em defesa da sua integridade territorial, declarou, Quinta-feira em Rabat, o Ministro Delegado encarregado de Relações com o Parlamento e a Sociedade Civil, porta-voz do governo, Mustapha El Khalfi.

Na margem de uma conferência de imprensa na sequência do trabalho do Conselho de Governo, sob a presidência do primeiro-ministro, Saad Eddine El Othmani, El Khalfi sublinhou que Marrocos avança  hoje com passos firmes e assegura a defesa e consolidação da sua integridade territorial, atuando no terreno no âmbito de um modelo de desenvolvimento que provou o seu sucesso.

"Quem visita a região observa  o volume de transformações em andamento e os projetos de desenvolvimento susceptíveis de dar origem um novo pólo econômico do Reino", frisou o ministro, sublinhando para esse fim, o último aspecto dos avanços, nomeadamente a decisão da tomada a nível governamental, sobretudo nas zonas industriais de Laayoune em resposta aos pedidos da Confederação Geral das Empresas Marroquinas (CGEM), que visa elevar o nível de investimento na região.

Paralelamente a estes avanços concretos, que fazem parte de uma dinâmica de desenvolvimento promissora e voltada para o futuro, o Reino desenvolveu vários avanços nos planos políticos, seja a nível da política africana do Reino, das suas parcerias estratégicas, ou a nível da ONU, esclareceu ele, observando que essas conquistas colocam o Marrocos em uma posição muito avançada.

O ano de 2017 foi colocado sob o selo da consolidação da determinação que prevaleceu em 2016, acrescentando que este ano foi marcado pela iniciativa, pelo progresso e vitórias inegáveis no âmbito da causa nacional, vitórias essas que ninguém pode negar.

Neste contexto, o ministro indicou que a União Africana não é mais essa plataforma que foi instrumentalizada, como isso poderia ser no passado, para provocar o Reino e prejudicar a sua causa nacional. Dentro da UA, "o Marrocos figura agora como uma potência ao lado de outras lideranças em prol da defesa das causas de África, como as relativas à defesa da juventude, da migração entre outras".

Da mesma forma nas reuniões da 4ª Comissão da ONU deste ano e no Conselho de Direitos Humanos em Genebra, El Khalfi lembrou, dizendo que "Marrocos ganhou vitórias dentro e Fora graças à política e a visão esclarecida da SM, o Rei Mohammed VI, sublinhou o ministro ".

- Notícias sobre a questão do Sara Ocidental / Corcas

 

   
  
 
 

 
Pagina principal   |  História do Sara  |  Geografia  |  Património Hassani  |  Assuntos sociais  |  Economia  |  Infraestruturas Instituições  |  Contactos
 
  Copyright © CORCAS 2018 - Todos os direitos reservados