sexta-feira, 24 de Novembro de 2017  

 Pesca

O Sul do Marrocos é bastante conhecido pelas suas abundantes riquezas haliêuticas e variadas (em 2002 a produção atingiu as 700.000 toneladas). A costa sul do Atlântico está dotada, com efeito, de importantes potencialidades no sector da pesca que, graças aos 1700 Km de costas, constitui um verdadeiro motor do crescimento económico.

O litoral da região Laayoune-Boujdour-SakiaEl Hamra, só por si,  constitui cerca de 20% do litoral Atlântico do Reino.

No âmbito do desenvolvimento económico e social do Sul do Reino, a construção das aldeias de pesca figura entre as prioridades e constitui um eixo de desenvolvimento estratégico, na medida em que deverá permitir dentro de prazos definidos o agrupamento e a sedentarização das populações visadas, bem como uma luta eficaz contra a proliferação da habitação  insalubre.

Duas acções estratégicas estão deste modo previstas: actualização de sítios existentes e criação de novas aldeias de pesca em sítios seleccionados. Estas aldeias de pesca serão dotadas das infra-estruturas básicas, habitações, equipamentos comerciais e sóciocolectivos.

Nesta perspectiva, foi elaborado um programa integrado de um montante de mais de  um bilhão de Dh, do qual um orçamento de 915 milhões de  Dh será atribuído à criação de 7 micropólos de desenvolvimento (aldeias de pesca).

Este programa prevê também a conclusão de uma convenção-quadro destinada à actualização e à modernização do sector da pesca artesanal, à realização de 10 projectos de construção e mercados de peixe fora das aldeias de pesca.

Está também previsto reconverter os pescadores para outros tipo de pesca, tais como a pesca perene, graças a estágios de formação-inserção nos ofícios da pesca e a criação de micro empresa de pesca artesanal.

Em Laayoune, a capital do Sara marroquino, os esforços realizados pelo Estado no sector da pesca marítima permitiram a emergência de um tecido industrial englobando, nomeadamente, 9 unidades de produção de farinha e de óleo de peixe, 17 unidades de congelação, 2 unidades de conserva e 7 fábricas de gelo. 537 unidades de pesca costeira operam actualmente nos portos de Laayoune e de Tarfaya.

Empregando quase 16.000 pescadores, estas unidades produziram, em 2005, o equivalente de 400.000 toneladas, das quais 12.000 toneladas de peixe branco. A pesca artesanal, compõe-se de  408 barcos, empregando 1224 pescadores.

Para uma exploração racional dos recursos, os poderes públicos têm procedido desde há muito tempo à implantação de infra-estruturas portuárias adequadas.

Posto em serviço em 1986, o porto de Laayoune esta actualmente em transformações com os trabalhos de construção de um novo mercado piloto (lançados em Novembro de 2005  numa superfície total de 8200 m²) que responde às normas internacionais de comercialização do peixe. O situado em 25 Km da cidade, o porto de Laâyoune apresenta uma intensa actividade que tem crescido progressivamente.

As actividades deste porto caracterizam-se, nomeadamente, pela exportação de areia fina para as Ilhas Canárias, a acostagem periódica dos petroleiros para o seu abastecimento de combustível, a exploração das riquezas haliêuticas, a exportação dos produtos das indústrias da pesca (farinha e óleo de peixe, conservas de peixe e de peixe congelado), bem como o tráfico de mercadorias.

Para uma exploração racional destes recursos, os poderes públicos procederam à implantação de infra-estruturas portuárias adequadas. Deste modo, os desembarques em produtos de pesca são comercializados pelo Serviço nacional das pescas através de dois mercados de peixe nos portos de Laâyoune e de Tarfaya. Os trabalhos de construção de um novo mercado piloto no porto de Laâyoune que responde às normas internacionais de comercialização de peixe são lançados em Novembro de 2005 e ocupam uma superfície total de 8200 m2.

Indústria de transformação ligada ao sector da pesca marítima
Os esforços efectuados pelo Estado no sector da pesca marítima permitiram a emergência de um tecido industrial composto de:
- 09 unidades de produção de farinha e óleo de peixe
- 17 unidades de congelação
- 02 unidades de conserva
- 07 fábricas de gelo

Segue um quadro sobre o armamento da pesca costeira que opera nos portos de Laâyoune e de Tarfaya:

Designação

Laâyoune

Tarfaya

Total

Arrastões

300

00

300

Palangreiros

77

18

95

Sardinheiros

200

66

266

Total

577

84

661

O número de pescadores em actividades a bordo destas unidades é de 15.816 Outros números serão publicados muito em breve.
            

    
 

1. Que pensa do projecto de autonomia do Sara Ociedental proposto pelo Reino de Marrocos?


Votar  Afixar os resultados
 
 
 
 
Pagina principal   |  História do Sara  |  Geografia  |  Património Hassani  |  Assuntos sociais  |  Economia  |  Infraestruturas Instituições  |  Contactos
 
  Copyright © CORCAS 2017 - Todos os direitos reservados