segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2023  
Error Ocorreu um erro crítico.
Object reference not set to an instance of an object.


 Riqueza mineira

Os subsolos das províncias do Sul são caracterizados de uma grande diversidade. Podemos citar em primeiro lugar o  fosfato que representa a riqueza número um da região.

A sua exploração começou nos anos 60, após a descoberta de grandes quantidades desta matéria nas regiões de Boukraâ, de Amsliken, Azig, El-Abadela e a província de Oued Eddahab. Os estudos geológicos realizados indicam, que a região de Boukraâ, só por si, representa um grande potencial e uma grande importância económica.

Boukraâ está  situado a 100 Km no sudeste de Laâyoune, a capital do Sul. As reservas anunciadas nesta região são de 2 bilhões de toneladas com uma percentagem de metal de 72% a 75 %. Mas ao comparar estes números com as reservas gerais de Marrocos, isto representa apenas uma pequena parte, dado que a totalidade das reservas do reino é de cerca de  60 bilhões de toneladas.

Antes da sua exportação, este mineral é tratado numa fábrica em Laâyoune e transportado por vagões especializados.

A mina de Boukraâ produz cerca de 1.860.000 toneladas de fosfato, que representa 2.32% da produção nacional. Perto de 2800 mineiros são empregados a tempo inteiro nestas minas. 45% da produção de Boukraâ são exportados para os  Estados Unidos, 20% para os países da Europa ocidental.

Além do fosfato, o ferro também se encontra entre as riquezas mineiras presentes no Sara marroquino. As reservas deste metal são estimadas a 400 milhões de toneladas (Mauritânia incluída) em todo o litoral Atlântico com uma percentagem de metal de 57%.

Mas as reservas do território nacional não excedem 1500000 toneladas. O que torna a exploração dispendiosa e difícil. O cobre está também presente como o mostra a sua mina na região de Akjout, perto das fronteiras mauritanas.


As salinas estão também presentes nas províncias do Sul, podemos citar: Tazgha, Oum Debaâ, Tisslitine, Tissfourine. A Salina de Tazgha é a maior, estende-se numa grande superfície. As suas reservas são consideradas a 4.5 milhões de toneladas. É explorado desde 1991 por Somasel, uma empresa que produz quase 20000 toneladas de sal anualmente e emprega cerca de 500 pessoas cada estação. A exploração de areia é igualmente de uma importância considerável nas regiões do Sull, que a exporta para as ilhas Canárias.

 

    
 

1. Que pensa do projecto de autonomia do Sara Ociedental proposto pelo Reino de Marrocos?


Votar  Afixar os resultados
 
 
 
 
Pagina principal   |  História do Sara  |  Geografia  |  Património Hassani  |  Assuntos sociais  |  Economia  |  Infraestruturas Instituições  |  Contactos
 
  Copyright © CORCAS 2023 - Todos os direitos reservados