sábado, 18 de Novembro de 2017  

 Turismo

O turismo no Sara marroquino é um sector prometedor e poderia facilmente desempenhar o papel de um verdadeiro motor de desenvolvimento económico e social.

As províncias do Sul do Reino oferecem, com efeito, uma paisagem turística fabulosa, mas ainda por explorar. Esta região, conhecida pelas suas tradições seculares em matéria de hospitalidade, dispõe de inúmeras vantagens.

Mas é, sobretudo, a sua proximidade das Ilhas Canárias que lhe oferece uma vantagem inegável. Dotada de paisagens naturais variadas, que vão desde as dunas de areias às praias de uma beleza excepcional (1700 Km de costas), a região presta-se, por excelência, ao turismo sariano.

De momento, o turismo nas províncias sarianas limita-se apenas ao turismo de negócios, que representa 85% da actividade turística.

Região Laâyoune-Boujdour-Sakia El Hamra
Esta província dispõe de 37 estabelecimentos hoteleiros, cuja capacidade de alojamento global é de 1044 quartos, 26 suites e 45 apartamentos. Ou seja, um total de 2074camas.

Actualmente, a actividade das agências de viagens locais continua confinada à atracção de um número insuficiente de turistas que vêm sobretudo das Ilhas Canárias para visitas que se limitam a um dia, ou mesmo a algumas horas.

Os profissionais recomendam, contudo, medidas capazes de  içar o turismo a um nível que esteja à altura das potencialidades da região. Entre estas medidas, podemos citar o reforço das campanhas publicitárias e o recrutamento de pessoal qualificado nos hotéis e a procura de recursos de financiamento.

Consciente deste facto, o ministério de tutela desenvolveu uma estratégia a  longo prazo,  identificando vários sítios susceptíveis de serem integrados nos verdadeiros circuitos turísticos. Entre os quais: Laâyoune Praia, Lagoa de Khnifiss, Oasis de Lamseid e Sebkhat de Tah.

Entretanto, a região continua a vibrar ao ritmo de certas manifestações turísticas como a semana económica e turística de Laâyoune Sakia El Hamra, o Rali aéreo Toulouse, Tarfaya, Sanint Louis, o Raid Maroc Evasion.  As manifestações, judiciosamente revalorizadas, seriam susceptíveis de atrair mais visitantes na região.

Província Guelmim-Smara
Apesar da importância das potencialidades das quais dispõe esta região, o turismo continua pouco desenvolvido. A província possui 12 hotéis não classificados com 289 quartos e uma capacidade de 459 camas.

Em 2005, um pouco mais de 20.000 turistas (dos quais 762 estrangeiros) visitaram esta província, realizando assim 28.205 noites. Muitos sítios de interesse turístico e religioso já foram identificados: as Zaouias de Sidi Ahmed Rguibi, Cheikh Maalainnine, Sidi Ahmed Laaroussi, Lhaj Hmer Lahya, Sidi Ahmed Oumoussa, as gravuras rupestres d' Aassli e Miran, Oued Saguia El Hamra.

 

    
 

1. Que pensa do projecto de autonomia do Sara Ociedental proposto pelo Reino de Marrocos?


Votar  Afixar os resultados
 
 
 
 
Pagina principal   |  História do Sara  |  Geografia  |  Património Hassani  |  Assuntos sociais  |  Economia  |  Infraestruturas Instituições  |  Contactos
 
  Copyright © CORCAS 2017 - Todos os direitos reservados