sábado, 18 de Novembro de 2017  

 Transporte

O transporte desempenha um papel importante e vital no desenvolvimento geral e sustentável. Neste aspecto, o Estado marroquino modernizou totalmente as estradas das províncias do Sul. As reservas importantes em minas constituíram um motivo precursor do desenvolvimento da rede rodoviária que sulca o Sara.

As infra-estruturas fazem parte dos principais desafios levantados  por Marrocos a partir de 1976. O Estado marroquino conseguiu desenvolver uma rede rodoviária que atravessa  todas as regiões povoadas das províncias do Sul. Esta dinâmica permitiu abrir as portas da comunicação e do intercâmbio às populações que viviam no isolamento total durante a presença espanhola no Sara marroquino.

É graças a esta política que o nível de vida das populações locais melhorou e que as taxas de mortalidade infantil e juvenil baixaram, contribuindo assim  para a melhoria do bem-estar  da família sariana.

A região de Laâyoune, por si só,  está composta de uma rede de 964 Km de estradas nacionais, das quais 856 são alcatroadas, com uma densidade de 0.54 Km por cada  100 km2. As estradas regionais representam 580 Km, dos quais 92 estão alcatroados. As estradas comunais totalizam 958 Km dos quais 162 estão alcatroados.

O transporte marítimo não fica atrás, dado que 3 portos foram criados, dois dos quais já em funcionamento, o porto de El-Marsa e o de Tarfaya. O terceiro, o de Boujdour, está em realização. Estes três portos são dedicados à pesca. O de Laâyoune, em contrapartida, tem o privilégio de ser um pólo regional.

Realizado em 1987, este porto é destinado à industria da pesca e, ao mesmo tempo, ao transporte de mercadorias. Este porto tem a capacidade de exportação  anual de 2 milhões de toneladas de mercadoria. O fosfato é o produto principal de exportação deste porto, mas também podemos citar o peixe congelado, em pó, etc. Uma zona industrial está também ligada a este porto.

O porto de El-Marsa está situado a 25 Km da cidade de Laâyoune. O Estado concluiu os trabalhos iniciados pelas autoridades espanholas, a fim de permitir a este porto de se tornar um meio de desenvolvimento duradouro. Deste modo, o plano quinquenal 1981-1985 permitiu o alargamento da baía e a construção de uma zona deste porto em águas profundas.

O transporte aéreo iniciou a sua ascensão com a inauguração do aeroporto Hassan 1°, pelo falecido pelo Hassan II, na altura da sua visita histórica a Laâyoune em 1985.

Este aeroporto é uma verdadeira artéria para a região. Além dos voos regionais que ligam  a cidade de Laâyoune a todas as outras cidades marroquinas, os viajantes podem também apanhar voos directos para as Ilhas Canárias. Em 1997, o número de viajantes que passaram por este aeroporto foi de 48.498.

    
 

1. Que pensa do projecto de autonomia do Sara Ociedental proposto pelo Reino de Marrocos?


Votar  Afixar os resultados
 
 
 
 
Pagina principal   |  História do Sara  |  Geografia  |  Património Hassani  |  Assuntos sociais  |  Economia  |  Infraestruturas Instituições  |  Contactos
 
  Copyright © CORCAS 2017 - Todos os direitos reservados